Um 1º de Maio Realmente Popular

UM 1º DE MAIO REALMENTE POPULAR
Federação Anarquista do Rio de Janeiro (FARJ)

Véspera de 1º de Maio, o Rio de Janeiro acorda sob uma insistente garoa. Era um anúncio que no dia seguinte o clima poderia não colaborar, justamente na data mais carregada de significado para os trabalhadores, cuja participação em maior número poderia ficar comprometida. Devido ao tempo, o caminho do ato foi alterado pela comissão organizadora e era de se esperar, a partir destes desdobramentos, um ato vazio e disperso.

Entretanto, contrariando os indícios climáticos que antes assinalavam um dia caótico e frustrante, a chuva não conseguiu esfriar o ânimo dos trabalhadores e trabalhadoras que participaram do evento.

O local do ato em homenagem ao dia de luta dos trabalhadores e trabalhadoras foi na comunidade conhecida por Canal do Anil, que fica no bairro de Jacarépaguá, vizinha da “Miami Beach” tupiniquim, Barra da Tijuca, e que já tem um histórico de luta a favor da moradia: a prefeitura do Rio intentou despejar e destruir covardemente há pouco tempo atrás diversas casas no local, mas graças à ação direta dos moradores, tal reação criminosa foi rechaçada.

O evento começou por volta da 10hs no galpão de uma igreja católica, contando com um agradável café da manhã à disposição dos participantes.

Além da comunidade do Anil, estiveram com ampla presença no evento alguns movimentos e organizações sociais-populares congêneres, como o Conselho Popular, o MTD (Movimento dos Trabalhadores Desempregados), a FARJ (Federação Anarquista do Rio de Janeiro), coletivo de hip-hop LUTARMADA, o Núcleo de Alimentação e Saúde Germinal e outros, que harmonizavam-se em seus discursos ao microfone e conseguiam compartilhar suas respectivas lutas, criticando a forma de como o povo vem sendo tratado até aqui pelas elites políticas e econômicas e falando sobre a necessidade de organização dos oprimidos.

Durante o evento, foi dado um destaque às origens do 1º de Maio, sua história e o significado desta data de luta no dia a dia do trabalhador, que foi muito bem sublinhada com a apresentação do grupo de hip-hop da comunidade da Vila Cruzeiro “Os Neguin’ K ñ se calam”, integrantes do MTD e do LUTARMADA.

O que foi dito pelos grupos participantes não continha nenhum mistério e não teria uma certa medida de legitimidade se aquele que não estivesse ali se representando, o trabalhador, não falasse por si mesmo o que estava sentindo, sem representações. Há de se ressaltar esta participação de fato da comunidade, composta por gente simples, humilde e atenta aos fatos políticos que envolvem suas vidas e perspectivas, provando que estas não estão dispostas a mudar somente pelo discurso ao microfone, mas na prática mediante a organização de suas lutas cotidianas. São essas realidades que as marcam e definem assim suas experiências, tornando-as conscientes de seus objetivos e processos de luta.

Não assistimos a nenhum evento de vanguarda, que tanto caracteriza a esquerda tradicional e que sempre “adivinhamos” o que será dito, a velha e usual “técnica de manipulação de microfone e palavras de ordem”, restrita aos mesmos “líderes” e “iluminados”. Isto justifica seus atos vazios, chatos e repetitivos, aparecendo sempre as mesmas caras e figuras de um movimento social cambaleante, aparelhado e burocratizado.

Nesse 1º de maio, participamos de algo muito diferente. Especial. Estimulante. Algo que nossas mentes e espíritos revolucionários ansiavam, reforçando a confiança de que a proposta de uma transformação social caminha bem lá no horizonte; é real e não está tão longe assim.

Enfim, o que testemunhamos no Canal do Anil foram composições bem trabalhadas e de uma sonoridade harmônica e melódica aos nossos ouvidos. O conteúdo “musical” foi executado sem ser desafinado, tendo como “orquestra” os grupos e as comunidades, tudo regido pelo povo, sem grandes palcos, ou showmícios mirabolantes, com uma estrutura modesta, mas que efetivamente soou como “música” para os nossos ouvidos libertários.

Anúncios
Be the first to start a conversation

Deixar um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: